ARRASTE-ME PARA O INFERNO

Fontesfilmes
ARRASTA-ME

Após quase uma década a frente da franquia do “amigo da vizinhança” Homem Aranha, o diretor Sam Raimi volta ao gênero que o lançou ao mundo do cinema, o terror. Para os fãs do gênero, o nome do diretor vem à tona ao lembrar da trilogia The Evil Dead, dos anos 1981, 1987 e 1992. Estranhamente, a franquia ganhou dois nomes aqui no Brasil, A Morte do Demônio e depois Uma Noite Alucinante.
Raimi, medroso confesso quando o assunto é filme de terror, resgata suas velhas habilidades para direção de terror em Arrasta-me para o Inferno.
Iniciando com um castigo imposto a um garoto que roubou um colar de uma cigana em 1969, o destino volta a se repetir quatro décadas mais tarde com Christine Brown (Alison Lohman, de “Verdade Nua”). A jovem mantém fixa a idéia de uma promoção no banco onde trabalha e para mostrar ao chefe que pode tomar grandes decisões, nega ajuda financeira a uma velha senhora (Lorna Rayer). Novamente a ganância é ponto chave e sela o destino da jovem, assim como havia acontecido com o garoto anos antes. A velha senhora, uma cigana desprezível, sentindo-se humilhada, resolve se vingar e entrega a alma de Christine a uma Lamia, demônio que a carregará para o inferno depois de três dias seguidos de castigos e tormentos. Sylvia, a cigana, espera Christine no estacionamento do banco e uma interessante briga entre mulheres acontece ali.arrasta-me_02

Mas Christine não está sozinha na jornada de tentar livrar-se da maldição, ela conta com a ajuda do namorado Clay Dalton, vivido por Justin Long e do vidente Rham Jas, interpretado por Dileep Rao, que estará também no filme Avatar de James Cameron. A participação de Justin como o namorado da protagonista é um tanto quanto estranha, com diálogos fracos e completamente fora de contexto. A impressão que temos é que o personagem foi colocado na trama para fazer parte da captação de lucros com o merchandise para Apple, já que o personagem é freqüentemente visto com notebooks e acessórios da empresa.

arrasta-me_03Com roteiro assinado em parceria com o irmão de Sam, Ivan Raimi, Arrasta-me para o Inferno é um interessante filme de terror, com clássicas gosmas, vômitos e insetos asquerosos, mas um pouco fraco se considerarmos grandes produções que surgiram no gênero nos últimos anos. Talvez essa seja a primeira tentativa de Sam Raimi para voltar ao gênero de terror, já que fica bem claro que o diretor tenta usar técnicas e moldes dos antigos filmes que o lançaram ao cinema.

Apesar de segurar um pouco a violência nesse filme, característico dos longas de terror como The Evil Dead, Sam Raimi não deu trégua a protagonista Alison Lohman, que sofreu bastante na mão do diretor.

Tiago CastroO filme ainda conta com alguns toques cômicos, da mistura horror e comédia que consagrou Raimi no gênero na década de 1980.

Ame ou odeie Arrasta-me para o Inferno, mas assista e garanta bons momentos de diversão em frente a telona.
ATÉ O MÊS QUE VEM COM OUTRA DICA!

Anúncios

~ por jmodesto1 em 22 agosto, 2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: